Memes na Publicidade

Eles são simples, eficientes e podem ajudar na comunicação da sua marca


4
1 compartilhar, 4 pontos

Se antes as marcas torciam o nariz para os memes, hoje eles se tornaram grandes aliados na comunicação com o público.

E cada dia mais, as organizações investem na criação de peças que transmitam o propósito da empresa (vendas ou awareness) com criatividade e carisma, a fim de ganhar a simpatia do consumidor.

Mas você sabia que muitas peças podem ser consideradas memes, muito antes da internet?

Bombril

O primeiro exemplo que podemos trazer é do Bombril. Sim, o Bombril, que criou, em 1948, uma lã de aço com a ideia de ajudar na limpeza de panelas de alumínio.

(Provavelmente você não tem a idade da autora do texto para ter vivido aquela época, mas, acredite: eram tempos em que nossa Internet era a TV).

Os comerciais da Bombril traziam sempre o mesmo formato, caracterizados por um garoto propaganda (Carlos Moreno) num mesmo cenário, falando de uma maneira bem humorada sobre os benefícios da esponja de aço. E todos os anúncios viralizaram entre os brasileiros. Aliás, o mais curioso desse meme é que ele era voltado para donas de casa, mas a família inteira parava para assistir:

Com uma rápida procura no YouTube, é possível encontrar inúmeras peças que se tornaram referências na publicidade e que são lembradas e citadas até hoje. Mas vamos voltar ao foco do texto…

Embora atualmente seja super natural falar de redes sociais e aplicativos de troca de mensagens, esse advento se tornou popular para quase todas as classes sociais há cerca de 10 anos, quando as operadoras de celular passaram a oferecer acesso gratuito ao Facebook, Twitter, Youtube e Whatsapp. Uma década depois, ainda vivemos o impacto disso.

Sobretudo porque hoje recebemos informação de todos os lados e mantemos inúmeras conversas paralelas. Por isso, nossa comunicação precisou se tornar ágil e eficiente. Com esse tanto de estímulo e dados, alívios cômicos viraram um refúgio para qualquer usuário. E é ai que entram os memes: eles comunicam, são rápidos e engraçados.

O meme traz a aproximação da mensagem com o sentimento de identificação do espectador.

Ter isso em mente nos auxilia a entender a relação disso com a Publicidade.

Outros exemplos

Uma das pioneiras no uso de memes na Internet é o Ponto Frio. A rede de lojas entrou no Twitter em 2008 e logo criou uma identidade própria, com um protagonista que interagia com o público e liberava cupons (o “Pingu”).

Para se ter uma ideia, só em 2012, a empresa chegou a faturar 20 milhões de reais em vendas a partir das redes sociais.

Nesse sentido, a Netflix mereceria um post inteirinho pra ela. Mas isso fica pra outra hora. Vejamos, então, alguns exemplos:

Mesmo os bancos viram nos memes uma forma de descomplicar a comunicação e conseguir novos clientes.

Mas se você não tem a verba de milhões para a comunicação, que tal olhar o que está em alta para mostrar o seu produto? As referências estão na Cultura pop, no Twitter, em outras redes sociais e mesmo em conversas com amigos ou familiares. Em suma, criatividade é a palavra-chave para a comunicação atual!

Para fechar, dá uma olhada nesses outros dois exemplos.

Uma loja de brigadeiros que aproveitou o hype da capa do novo álbum da Anitta (Girl from Rio) para mostrar seu produto:

E o Zé Delivery, que fez uma brincadeira com estilos de mães aproveitando, ao mesmo tempo, para divulgar produtos que podem ser pedidos por seus clientes:

Publicidade e memes: uma combinação que a gente adora e que funciona para qualquer marca ou produto!


Como é? Compartilhe com seus amigos!

4
1 compartilhar, 4 pontos